Jaboticabal amplia testagem e reduz internações, óbitos e casos graves

04/12/2020 - 14:28h

Testagem em massa no CAC foi implantado em outubro


A Secretaria de Saúde de Jaboticabal ampliou em 58% a testagem de pacientes suspeitos de infecção pela COVID-19. Ao todo, foram adquiridos 2 mil testes rápidos e 400 swabs.


Em outubro, o SUS realizou 523 testes e, em novembro, 903. “O Brasil sofreu com a falta de testes desde o início da pandemia. Realizamos os exames desde o começo, mas eles ainda eram caros, não confiáveis e quase inacessível em larga escala, não apenas no Brasil, mas no mundo inteiro. Em outubro, conseguimos ampliar em quase 60% a testagem no CAC - Centro de Atendimento ao Covid, mesmo com a grande falta de recursos financeiros, já que caiu demais a arrecadação devido a paralisação da economia”, informa o prefeito José Carlos Hori.


“A medida reduziu em quase 100% as internações na enfermaria e os casos graves e óbitos caíram até 90%. É importante lembrar que também realizamos um grande Inquérito Sorológico Seriado com testes rápidos em parceria com a Unesp, em junho”, explicou a coordenadora da Vigilancia Epidemiológica, Tânia Petrazzi.


Os leitos de UTIS operam, em média, com 40% de sua capacidade há quase 30 dias. O número de óbitos no mesmo período caiu quase 90% - de 08 em outubro para 01 em novembro.

VEJA MAIS FOTOS DESTE CONTEÚDO